Quem é apaixonada (ou apaixonado) por skincare e cuidados com a beleza sabe o quanto a área dos olhos é importante. Muitos consideram o olhar o principal atrativo, além do foco da make. Por isso, assim como clarear manchas no rosto, saber como tirar olheiras e tratar esse problema de forma efetiva faz toda a diferença. 

Como vamos abordar no decorrer da leitura, são vários fatores que causam ou intensificam o problema. E, mais uma vez, nesse caso, prevenir é melhor do que remediar. 

Por isso, hoje, elaboramos um pequeno dossiê com tudo o que você precisa saber sobre os incômodos círculos escuros  sob os olhos. Você vai conhecer os tipos de olheiras, como disfarçar e, principalmente, como tirar olheiras de uma maneira prática. 

Assim, bastarão alguns cuidados e mudanças em hábitos do seu dia a dia para perceber uma imensa melhora. Para saber mais sobre o assunto, é só continuar a leitura! 

Antes de saber como tirar olheiras, é preciso saber o que elas são

Comuns em homens, mulheres e até em crianças, as olheiras são caracterizadas por círculos escurecidos ao redor dos olhos. Tais círculos podem ser acompanhados de inchaço (bolsas) ou não. As características dessas olheiras vão depender de seus tipos, como listamos a seguir!

Tipos de olheiras

Olheiras não são todas iguais. A seguir, você conhece os quatro tipos mais comuns. Para saber como tirar olheiras da maneira apropriada, confira a que mais se aproxima das características das suas.

  • Olheiras de origem vascular – Elas são causadas pelo aumento ou congestão dos vasos da região periocular. A olheira de origem vascular tem coloração rosada, azulada ou arroxeada e são muito comuns em crianças e adultos, especialmente em quem sofre com problemas respiratórios. 
  • Olheiras de origem pigmentar – comum em pacientes de pele amarronzada ou em tons oliva, asiáticos e árabes. Assim como tratar o melasma, a olheira nesse caso tem como principal causa o aumento da melanina na pele da região. Podem ser esverdeadas ou acinzentadas. 
  • Olheiras profundas – a anatomia óssea e a gordura no rosto do paciente são as principais causas dessa olheira. Na verdade, trata-se de sombras no rosto, causadas pela própria área, que é mais “funda”. 
  • Olheiras tipo “edema” – mudanças fisiológicas, impactos, quedas e etc. podem causar bolsas e manchas ao redor dos olhos. 

Na dúvida, consulte sempre um médico, para avaliar seu caso. Dessa forma, você poderá recorrer aos tratamentos mais eficazes para você. 

Como evitar as olheiras

A flacidez nas pálpebras e as rugas que aparecem na região dos olhos com o passar do tempo contribuem para o surgimento das olheiras. Dessa forma, ao evitar esses problemas, você também acaba melhorando a aparência das olheiras. 

Como algumas são de cunho genético, existem tratamentos estéticos que podem ser realizados para amenizar sua aparência. Preenchimentos com ácido hialurônico e laser ou microagulhamento são alguns considerados muito eficazes. 

Além desses, tratamentos de uso tópico, como cremes à base de ácidos e vitaminas também costumam dar bons resultados. 

Outras dicas de como evitar as olheiras incluem: 

  • Dormir bem – noites de sono com qualidade melhoram a pele em geral. A pele fica mais iluminada, o rosto mais descansado e o corpo todo reage melhor aos desafios do dia a dia; 
  • Evitar exposição solar excessiva – O sol é responsável por escurecer manchas na pele e as olheiras; 
  • Evitar consumo de álcool e cigarros – O consumo excessivo de álcool prejudica a saúde geral e compromete a beleza da pele. Além do aumento de olheiras, pode haver inchaço no rosto, retenção de líquidos e vários outros problemas. Já o cigarro altera a aparência da cútis e potencializa a aparência das olheiras;
  • Nunca dormir de maquiagem – Dormir de maquiagem é um dos principais erros de beleza cometidos. A maquiagem entope os poros durante à noite, o que pode ocasionar o surgimento de cravos e espinhas. Além disso, elas mancham a região dos olhos, causando a impressão de olheiras. Com certeza, você já ouviu a expressão “olhos de panda”, não é mesmo?

As cores das olheiras e como disfarça-las com maquiagem

Caso você tenha olheiras, já sabe que os corretivos líquidos ou em creme são importantes aliados. Eles disfarçam as imperfeições e garantem uma pele lisinha para uma make bem natural. Mas sabe também que quantidade não garante o melhor acabamento. 

Assim, ao aproveitar os benefícios dos corretivos, não adianta caprichar na quantidade. Até porque, como a área é muito fina, a pele não é capaz de absorver grandes quantidades de produto. Por isso, a melhor forma de ter um bom resultado e uma boa cobertura é por meio do conhecimento dos truques para neutralizar as cores. 

Antes de qualquer coisa, perguntamos: você já ouviu falar no círculo cromático? Trata-se de uma ferramenta formada por 12 cores, sendo 3 primarias, 3 secundárias e 6 terciárias. Esse círculo mostra que existem cores complementares, análogas e meio-complementares. Mas e o que essas informações têm a ver com as olheiras? Tudo!

É que os subtons da olheira diferem dos da pele. E, para disfarçá-las com maquiagem, não é preciso apenas escolher qualquer corretivo e pronto. É preciso entender a cor da olheira e lançar mão da melhor tonalidade do corretivo. E os corretivos coloridos, conhecidos como “camufladores” são as melhores escolhas. 

Confira, a seguir, os melhores corretivos de acordo com as cores das olheiras: 

Olheiras azul-arroxeadas 

As olheiras azuladas ou arroxeadas têm, geralmente, essa tonalidade por revelar os capilares e vasinhos através da pele fina da região. Dessa forma, é considerada uma olheira “natural”, ou genética, já que nasceu com você. Mas é possível disfarçá-la!

No círculo cromático, o roxo tem como cor complementar os tons de laranja. Assim, essas olheiras são bem anuladas com correctors de coloração alaranjada. A intensidade é que vai ser alterada de acordo com a tonalidade da pele.

Olheiras verde-acinzentadas 

De origem pigmentar, essas olheiras são comuns em pessoas de pele morena ou asiáticas. Também de acordo com o círculo cromático, o verde é cor complementar do rosa. Por esse motivo, vale buscar corretivos de coloração rosada, para anular os círculos escuros. 

Olheiras amarronzadas 

Causadas por hiperpigmentação, tais olheiras podem ter uma tonalidade puxada para o castanho ou marrom. Mais uma vez, vale recorrer ao círculo cromático, que mostra que o marrom está do lado oposto do amarelo. Dessa forma, vale saber como tirar olheiras e disfarçá-las com corretivos nos tons de amarelo. 

Melhores maneiras de como tirar olheiras

Há alguns truques que amenizam as olheiras, mas é preciso diferenciar os tipos mais uma vez. Olheiras de origem pigmentar podem ser amenizadas com cremes e ácidos. Enquanto as olheiras vasculares precisam de outros cuidados, como compressas de água gelada para acalmar a região. 

E vale uma última, porém importante dica. Cuidar da saúde geral e procurar um bom médico é a melhor maneira de como tirar olheiras difíceis e muito escuras. 

O que achou das nossas dicas de como tirar olheiras? E lembre-se: para ficar por dentro das atualizações do mundo da beleza e bem-estar, acompanhe o site e as redes sociais da Tak Beauty!